segunda-feira, 20 de abril de 2009

O Papa Léguas conhece.... HUNGRIA

Húngaro: Magyarország - Magyar Köztársaság


A Hungria (em húngaro, Magyarország), oficialmente República da Hungria (Magyar Köztársaság), é um país sem saída para o mar na planície da Panônia, na Europa Central. Limita com Áustria, Eslováquia, Romênia, Ucrânia, Sérvia, Croácia e Eslovênia. Sua capital é a cidade de Budapeste, a maior do país. A Hungria é membro da OCDE, OTAN, UE e do Grupo de Visegrád, e é um Estado Schengen. Sua língua oficial é o húngaro, que integra a família lingüística fino-úgrica.


Em seguida a períodos de ocupação céltica (após 450 a.C.) e romana (de 9 a.C. até o século IV), considera-se que as bases da fundação do Estado húngaro foram estabelecidas no século IX pelo chefe magiar Árpád, cujo bisneto Estêvão I ascendeu ao trono com uma coroa enviada por Roma em 1000. O Reino da Hungria existiu sem interrupções por 946 anos, e em diversos momentos foi visto como um dos centros culturais do mundo ocidental. Uma potência significativa até os anos 1910, a Hungria perdeu mais de dois terços de seu território (e 3,3 milhões de húngaros étnicos) devido ao tratado de Trianon de 1920. Sucedeu ao reino um regime comunista (1947-1989) durante o qual o país recebeu ampla atenção da comunidade internacional por conta da Revolução de 1956 e, posteriormente, a abertura de sua fronteira com a Áustria em 1989, que acelerou o colapso do Bloco Oriental. Desde aquele ano, o país é uma república parlamentarista. Hoje a Hungria é um país de alta renda e seu objetivo é tornar-se um país desenvolvido pelos padrões do FMI.


Em 1 de janeiro de 2004, a Hungria ingressou formalmente na União Européia.




Fonte: Wikipédia - A enciclopédia livre

Sem comentários:

Enviar um comentário