sexta-feira, 8 de maio de 2009

Procedimento injusto



PARA QUE CONSTE E PARA MAIS TARDE RECORDAR

Amarante é uma cidade bonita que há muitos, muitos anos, tinha um Parque de Campismo pequeno e acolhedor.

No dia 22 de Abril de 2009 o “Papa Léguas” rumou a Amarante e pretendeu pernoitar (eventualmente duas noites) no Parque de Campismo que serve a cidade. Referimo-nos ao Parque de Campismo denominado “Penedo da Rainha” e, agora, localizado um pouco mais acima (relativamente à foz do rio).

Fomos, na recepção, acolhidos (durante todo o tempo) com todo o civismo.

Na estação de serviço para autocaravanas fizemos os necessários despejos e quando nos pretendíamos abastecer de água informaram-nos que, por cada abastecimento, teríamos que pagar uma determinada quantia.

Esclarecemos que íamos pernoitar no Parque, que utilizávamos exclusivamente as instalações da autocaravana e não as do Parque, pelo que não iríamos consumir água em duplicado. Fomos muito civicamente informados que as regras do Parque eram para ser cumpridas e, também muito civicamente, esclarecemos que nos recusávamos a pagar em duplicado a utilização da água.

Como o impasse se mantivesse solicitámos o livro de reclamações que nos foi de imediato entregue e onde colocámos as razões do nosso protesto tendo, de seguida, abandonado o Parque.

Ignoramos se nos assiste razão legal, mas que nos assiste razão moral e se trata de um procedimento injusto não temos dúvidas.

Este Parque de Campismo é propriedade e / ou gerido pelo Clube de Campismo do Porto.

1 comentário:

  1. grato pela informaçao.
    Uma boa razão para os autocaravanistas evitarem o parque de campismo de Amarante.
    Da mesma forma que localidades e parques de campismo amigaveis para os Ac, ha localidades e campings hostis aos AC.
    Fica a sugestao de uma listagem sistemática de bons e maus endereços para os AC ao alcance do Papa Léguas....

    ResponderEliminar